Notícias

Anunciados os ganhadores do 62º Shogakukan Mangá Awards

| por:

Postado em: #Anúncios #Japão #Mangás

Mob Psycho 100 vence como melhor mangá Shounen e outras obras bem interessantes foram premiadas. Aqui você conhece cada um dos vencedores!

shogakukanA comissão julgadora da premiação 62nd Shogakukan Manga Awards anunciou os vencedores deste ano na segunda-feira (23/01). Cada título será homenageado com uma estatueta de bronze e um prêmio de 1 milhão de ienes (cerca de US$ 8.800,00). A Shogakukan em si publica todos os vencedores:

Melhor Mangá Infantil:

Ijime
Kaoru Igarashi
Serializada na Ciao DX (Shogakukan)Ijime - mangá

Igarashi lançou a série de mangá com Ijime – Hitoribocchi no Tatakai (Childhood Bullying: The Lonely Fight) em 2007 sobre como lidar com bullying na infância (Ijime). A série inspirou um OVA em 2012.


Melhor Mangá Shounen:

Mob Psycho 100
ONE
Serializada na Ura Sunday (Shogakukan)Mob Psycho 100 - shogakukan manga awards

A história gira em torno de “Mob”, um menino que vai explodir se a sua capacidade emocional chega a 100%. Este garoto com poderes psíquicos ganhou seu apelido de “Mob” porque ele não se destaca entre outras pessoas. Ele mantém seus poderes psíquicos guardados para que ele possa viver normalmente, mas se seu nível emocional chegar a 100, algo vai sobrecarregar todo o seu corpo.

O mangaká ONE (One Punch-Man) lançou o Mob Psycho 100 sna Ura Sunday em 2012 e mais tarde no app MangaOne da própria editora em 2014. O mangá inspirou um anime de televisão pelo Studio Bones que foi lançado em Julho 2016.


Melhor Mangá Shoujo:

37.5°C no Namida (37.5°C Tears)
Chika Shiina
Serializada na revista Cheese! (Shogakukan)37,5ºC no Namida - mangá

O mangá gira em torno de Momoko, uma novata em uma creche para crianças doentes que cuidam de jovens quando seus pais não podem deixá-los em uma enfermaria. Embora seja famosa por ser uma mulher muito sociável que nunca ri, sempre que ele dá prioridade para trazer os sorrisos das crianças.

Shiina (Seifuku no Dilemma, Sensei, Sotsugyō) lançou o mangá na revista Cheese! em 2013 e terminou a sua primeira serialização em Novembro de 2015. O mangá retornou em Mai daquele ano e inspirou um dorama live-action na temporada de verão passada.


Melhor Mangá no Geral (2 ganhadores):

Blue Giant
Shinichi Ishizuka
Serializada na Big Comic (Shogakukan)Blue Giant - mangá

O mangá é sobre Dai Miyamoto, que está no clube de basquete no ensino médio. Um dia, seu amigo leva-o a uma performance de jazz ao vivo, que o toca em um nível profundo. A partir desse ponto, ele começa a praticar saxofone sozinho, sem instrução formal e sem capacidade de ler partituras. Ele pretende se tornar o melhor saxofonista do mundo.

Ishizuka (Gaku) lançou a série na Big Comic em Maio de 2013, que terminou em Agosto, mas começou a sequência em mangá, Blue Giant Supreme, em Setembro. A obra já foi nomeada para concorrer aos prêmios do 8º e 9º Manga Taisho Awards.

Juuhan Shuttai! (Second Print Run Confirmed!)
Naoko Matsuda
Serializado na Monthly Big Comic Spirits (Shogakukan)Juuhan Shuttai! - mangá

O mangá incide sobre as pessoas envolvidas em uma revista de mangá chamado “Vibes”: criadores que publicam seus mangás, editores, vendedores, anunciantes, plate-makers, editoras, designers, distribuidores e livreiros. O mangá segue os trabalhadores que estão envolvidos em cada estágio de produção de um mangá que influenciará como ele vai vender, até que o produto final é entregue ao consumidor.

Matsuda lançou o mangá na revista Monthly Big Comic Spirits em 2012. O mangá foi nomeado para o 18th Annual Tezuka Osamu Cultural Prize “Reader Award” in 2014 e inspirou uma série de televisão live-action em Abril.


Além disso, o falecido criador de mangá Kenichiro Takai recebeu um prêmio póstumo do juri. Conforme anunciamos aqui no Anime Xis anteriormente, Takai faleceu em Novembro 2016.

A Shogakukan realiza esta premiação desde 1956 e entre os títulos vencedores, incluem obras como Hikaru no Go (2000) de Yumi Hotta e Takeshi Obata, Inuyasha (2002) de Rumiko Takahashi, 20th Century Boys (2003) de Naoki Urasawa, Keroro gunso (2005) de Mina Yoshizaki, Boku no Hatsukoi o Kimi ni Sasagu (2008) de Kotomi Aoki, Black Bird (2009) de Kanoko Sakurakoji, Sket Dance (2010) de Kenta Shinohara, Space Brothers (2011) de Chuya Koyama, Kids on the Slope (2012) de Yūki Kodam, Silver Spoon (2013) de Hiromu Arakawa, Magi (2014) de Shinobu Ohtaka e Yo-kai Watch (2015) de Noriyuki Konishi.

Em 2016, os vencedores foram Usotsuki! Gokuō-kun, Haikyuu!!, Ore Monogatari!!SunnyUmimachi Diary.

Na comissão julgadora deste ano incluiu Kiyoko Arai (Beauty Pop), o autores Mitsuyo Kakuta, Eiji Kazama, Kaiji Kawaguchi, Kenshi Hirokane, Fujihiko Hosono e o colunista Bourbon Kobayashi.

Parabéns a todos os vencedores e quem sabe sirva de incentivo para produzirem uma sequência em anime de Mob Psycho 100 futuramente.

Fonte: ANN

  • E ai, o que acha? Está lendo algumas dessas obras? Compartilhe com os amigos e deixe seu comentário aqui pra gente!

Leia mais sobre Mangás aqui no Anime Xis!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter: @Anime_Xis e Instagram: Anime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no Facebook: Anime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizsama