Artigos

{De Quinta} Vamos falar sobre os animes desta Temporada de Inverno 2018?

| por:

Postado em: #Animes #Curiosidade #Fãs #Opinião #TV

A Temporada de Inverno está bem na metade e alguns animes estão chamando atenção do público. Vamos falar um pouquinho sobre eles... e com eles?

Olá pessoal!

Depois de muito tempo, muito mesmo e com meu contrato renovado para este ano de 2018, estou de volta com os artigos de quinta. Isso mesmo, agora é {De Quinta}, o que antes era o {Quinta-Sama}. Por que a mudança no nome? Não sei, acho que fica mais fácil para decorar!

Com o intuito do Anime Xis em iniciar novos projetos para levar até vocês conteúdos mais atrativos, com opiniões, curiosidades, bom humor, dicas úteis, mais galerias de fotos de cosplays, além das nossas tradicionais notícias diárias e listas de animes, nas quintas vou tentar retomar os projetos de artigos e deixar alguns já programados para as próximas semanas. Também continuamos aceitando sugestões de vocês para artigos também.

Bom, direto ao assunto do título, vamos falar dessa Temporada de Inverno 2018. Geralmente, em todos os anos esta temporada é mais conhecida por ser um pouco “mais fraca” segundo os expectadores, mas sempre nos reservam algumas surpresas, com dois ou três animes nos chamando mais atenção. Desse ano de 2018, dos que eu estou assistindo eu posso dizer que praticamente eles vêm sendo o que eu esperava, sem nenhuma graaaaaaaaaande surpresa, mas avalio como uma temporada boa já que estou assistindo mais de 30 animes.

Para destacar alguns aqui, eu não vou falar de Nanatsu no Taizai 2, Overlord II, Violet Evergarden e sua linda animação da Kyoto Animation, a volta de Cardcaptor Sakura e muito menos de Pop Tem Epic, enfim, desses que vocês já devem estar cansados de lerem e ver vídeos de pessoas falando a respeito, então vou comentar de alguns outros que estou acompanhando e pouco vi alguém comentando. O duro vai ser cansar os dedos aqui escrevendo deles…

Aqui tem alguns deles dos que estou acompanhando, então, vou falar um pouco de cada. Para saber melhor dos enredos de cada anime, vocês podem clicar nas imagens deles.


Vou começar com um anime com mulheres robôs para tudo quando é lado. Esse não estava na minha lista, mas por algum motivo resolvi dar uma chance em assistir quando ele estreou…

Candidata a best girl da temporada!

A Lacia é linda sim, mas não foi por isso que eu continuei vendo. O motivo praticamente foi a ação (embora que bem pouca até agora), alguns mistérios envolvendo estas garotas que são armas de batalhas e também as pessoas que as odeiam. Esta é uma série que realmente não sei o que esperar daqui pra gente, já que não estou lendo a obra original.


O que eu poderia esperar sobre um anime onde um dos assassinos profissionais é um cara vestido de mulher e o outro parece mais desligado que o sinal analógico de TV. Ora, um bom anime!

Imagem relacionada

Ta aí um motivo que vai fazer muita gente ver o anime!

Realmente Hakata Tonkotsu Ramens não me chamou atenção por causa dessas coisas acima, mas me interessei em saber no que poderia acontecer em uma cidade onde há muitos assassinos profissionais e o assassino de assassinos. Eu fiquei pensando na hora coisas tipo: Ué, e a população? E a Polícia? Ninguém para isso? A adaptação em anime não me retribuiu com algo que me deixou surpreso, mas alguns acontecimentos e desdobramentos do enredo me fez com que eu assiste todos os episódios até agora.


É bonitinho, é fofinho, elas são pequenininhas e é praticamente um anime do tipo que foi feito para relaxar, já que não há um objetivo no final, ninguém salva ninguém, o mundo não está em perigo, etc.

Bem-vindas a rua “25 de Março”, boas compras!

É uma série feita para você sentar na poltrona, relaxar e não esperar nada mais do que as personagens vivendo sua pequena vida na floresta em meio aos animais falantes que são maiores que elas. Além disso, a série tem um visual bonito e agradavel, com certeza não teria problemas em colocar alguma criança para assistir isso, já que para mim lembra um pouco aquelas histórias infantis que passam na TV Cultura.


Para mim este anime foi outra boa surpresa. Além da ótima animação do Estúdio Madhouse, a série que é uma produção original traz um enredo bem fácil de se entreter (e mais fácil ainda para os roteiristas escreverem). A história de uma garota que nunca fez nada de extravagante na vida e outra que quer ir a Antártida atrás de alcançar o seu objetivo. Coloque mais duas garotas na série para incrementar na comédia e o que você acha que poderíamos ter? Isso mesmo, este anime.

Bom, disse isso acima mas não para menosprezar a série, foi só algo clichê que não poderia deixar passar, mas além disso, o anime é muito bom. Tem muitas cenas engraçadas para quem gosta de rir e algumas falas emocionantes que faz com que eu queira terminar de acompanhar esta série. A ideia das personagens quererem ir ao “lugar mais distante que o espaço” é uma novidade para mim, já que sempre vemos garotas com outros objetivos em animes como formar banda de rock, virar idols, lutar, adquirir magia ou se viajar, ir para lugares como praia ou outro país, mas ir para a Antártida, tirando os documentários da Discovery e NetGeo, essa deve ser a primeira vez que eu vejo protagonistas com tanta vontade de ir.

Quem não está acompanhando, fica a dica e dê uma olhada neste anime!


– Tagaki-san não é a Larissa Manoela… Takagi-san não é a Larissa Manoela… apesar da semelhança, tenho que tirar isso da minha mente! :v

Assim como Hakumei to Mikochi, a adaptação em anime Karakai Jouzu no Takagi-san também é um anime daqueles feitos para relaxar, mas com algo a mais. Não comentando sobre os mangás da série que estão sendo publicados, mas quem está assistindo deve estar aguardando ansiosamente para ver se o dia que Nishikita-kun vai conseguir vencer a mestre das traquinagens, mas o personagem é tão obcecado em tentar vence-la, que a espertissima da Takagi-san sempre acaba o pegando no fim.

Imagem relacionada

Takagi-san: “- Hahahaha Nishikita-kun, agora todos os leitores do site estão sabendo que você sempre perde para mim!”

Neste meio, sempre tem aqueles lances de romance, isso que também faz com que o anime tenha toda essa popularidade.


Visual bonito, músicas bonitas, protagonista bonita, um enredo de romance bom apesar de muita gente achar estranho, mas ainda falta alguma coisa que eu não sei o que é. Até o episódio 6 onde eu parei até a data dessa postagem, tenho gostado bastante da série e me agrada, mas ainda espero algum acontecimento que surja como “algo para que atrapalhe um  happy-end” que nem em visual-novels genéricas de romance.

Resultado de imagem para koi wa ameagari no you ni

Sr. gerente, vim lhe perguntar: -“SE-TEM-BRO-CHO-VE”?

Não sei se vocês viram, mas o mangá está para acabar, não sei se o anime poderá adaptar até o fim do mangá original, mas talvez podemos aguardar algo inesperadamente inesperado no desfecho da história.


Esse anime talvez foi sim uma das melhores surpresas dessa temporada para mim. Já começa no tema de abertura que lembra aquelas músicas disco do “tempo da brilhantina” meio Jacksons Five. Mas o anime vêm apresentando um ótimo trabalho do novo Geno Studio que realmente passa ao expectador um visual de mistério, uma história que tem acontecimentos que fazem você ficar atento a cada movimento dos personagens e é claro, toda essa parte do sobrenatural que se passa com os personagens.

Garanto que não há nenhuma relação do nome do anime com esta imagem!

Na verdade, nem tenho muito o que comentar sobre Kokkoku, só mesmo assistindo para que vocês tenham uma ideia (se é que vocês também não estejam assistindo).


Tá, estas pestes dessas garotinhas me fazem esperar a semana toda para assistir mais um episódio de suas traquinagens pela cidade. A série não tem aquele humor forçado, sendo o que deixa o anime bom é realmente o jeito de cada uma das garotas e o jeito que elas conversam com as outras pessoas da cidade que elas moram. Simplesmente crianças sendo crianças normais, mas com alguns acontecimentos fora do normal.

Como eu falei no server do Anime Xis no Discord num outro dia, a que eu mais gostei foi a Kotoha (a de cabelo azul e chapeuzinho), já que ela não se importa com ninguém, é acida no que fala, fica jogando sem dar muita atenção ao redor, pisa nos outros e apronta cada uma quando está com as outras garotas, tudo para ser minha filha, hehehe!


Por que eu peguei para assistir este anime? São dois motivos e não é o enredo.

Esta série foi escrita pelo falecido autor de novels Tomohiro Matsu, que ficou conhecido pelas suas obras Mayoi Neko Overrun! (Stray Cats Overrun!) e Papa no IuKoto wo Kikinasai! (Listen to Me, Girls. I Am Your Father!). A novel original de Märchen Mädchen foi a última que ele vinha trabalhando por três anos antes de morrer em 2016 e a equipe de staff já avisou que a série terá 12 episódios, sendo o 12º o final definitivo (por tanto, vocês já sabem que não vai ter segunda temporada). Voltando ao autor e suas obras anteriores, o que me fez acompanhar esta obra foi porque eu já havia gostado das outras duas séries citadas acima e fiquei curioso em ver como esta seria.

O outro motivo é por causa dos trabalhos do ilustrador  Kantoku (Garakowa -Restore the World-, Imōto Sae Ireba Ii., One Room, Hentai Oujo to Warawanai Neko), um ilustrador que eu conheço há algum tempo e que ganha a vida com as artes inconfundíveis de suas personagens para animes, mangás, games e light-novels, além de ter uma linha de personagens originais nas quais viram artes de calendários, cadernos e outros tipos de mercadorias.

Pedir nudez, você está fazendo isso errado!

Quanto a história, não achei nada de mais, não é ruim, mas também não achei algo tão extraordinário assim, apesar de algumas cenas de comédias que o anime possui.


Assim como eu falei de Sora Yori mo Tooi Basho acima, está aí uma outra coisa fora do comum que a gente vê em grupo de personagens femininas, simplesmente o prazer de ir acampar e em pleno inverno.

O contato com a natureza é uma das coisas que os seres humanos deveriam ter frequentemente e estas garotas levam isso a sério, já que em todo episódio elas saem para campings ficarem numa boa (apesar que eu acho que a Nadeshiko está lá mais por causa da comida).

Não há muito o que dizer sobre Yurucamp aqui, mas é com certeza um dos melhores da temporada de inverno e, por falar em inverno, este é um dos motivos que está fazendo com que muitos fãs lá no Japão estão tirando o bundão da poltrona e indo experimentar essa sensação de acampar no frio. Que bom que o anime esteja ajudando as pessoas terem motivações de sair de casa e ter um contato legal com a natureza e conseguir belas experiências e fotos.

DICA: Se você estiver aqui no Brasil, saiba que você também não fica para trás pois há muitos campings legais espalhados em quase todos os estados. Aqui no interior de São Paulo onde eu moro, recomendo experimentarem duas cidades legais (não o que eu disse na imagem acima) que são Brotas e Analândia, onde possuem bons campings com outras atrações locais.


É isso ai pessoas, espero que vocês tenham gostado (e não gostado) do artigo de hoje e eu volto com um novo artigo De Quinta, aqui no Anime Xis!

Vale lembrar que também estamos abertos para sugestões de matérias para o De Quinta e consequentemente para todo o Anime Xis. Pode mandar suas perguntas, xingamentos e vale presentes através do meu twitter: @oluizsama. Você também pode me acompanhar na MyAnimeList e fazer parte do nosso clube lá: Anime Xis Brazil.

  •  E ai, o que acha? Compartilhe com os amigos e deixe seu comentário!

– Leia outras edições do De Quinta aqui no Anime Xis!

– Mais notícias de animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz-Sama

Um fã de animes que faz do seu passatempo, seu trabalho. Além de professor de geografia, locutor esportivo, torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock. Sigam-me no twitter: @oluizsama |Qualquer dúvida estamos aí!

  • wendel

    deixa eu dizer logo que ri um monte com esse “chat” com as personagens dos animes, é cada piada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    agora eu vou falar um pouco de cada anime que ta no artigo, isso pq eu sou muito esquecido mas já que lembrei dos animes ai vou falar deles.

    BEATLESS:
    a primeira coisa que me fez querer ver esse anime é pq a licea me lembra a isla de plastic memories (ciborgues e cores de cabelos parecidos, só que a isla é uma loli) e como eu adoro plastic memories tinha que ver esse tbm. o anime é legal tem uma historia interessante, mas n posso negar que nos primeiros eps comecei a pensar que o anime n ia ir pra o rumo que eu estava querendo, eu tava pensando que ia ser algo mas serio com tretas de ciborgues, mas me deparei com a licea maid (pelo menos ela é uma fofa) mas acho que isso só foi nos primeiros eps mesmo pq nesses últimos eps que saíram as tretas começaram a aparecer.

    HAKATA TONKOTSU RAMENS:
    unica coisa que n to gostando nesse anime é que isso ta indo muito pra yaoi e eu n sou muito fã de yaoi n. MAS o anime n deixa de ser bom. assassinos, matadores de assassinos, torturadores e vingadores (não os dos filmes) esse anime tem muito coisa, e bastante tretas, tudo que eu podia pedir. se fosse pedir por algo mais ia ser pra o anime ser um pouco mais serio, falo isso pq o protagonista (ou um dos protagonistas sei lá, sobe lá na foto que ta ali no artigo, to falando do que ta com o ramen na mão) leva as coisas muito na brincadeira, mas isso é pq ele é fodão então vou deixar passar.

    HAKUMEI TO MIKOCHI:
    eu estou simplesmente amando esse anime, tão calmo, tão leve, tão bom de assistir. eu acordo prepara meu café da manhã (geralmente uma tapioca com café) e vou assistir esse anime, n tem muita coisa pra falar desse anime n, é só a pequena vida das personagens, n que isso seja ruim, eu gosto de acompanhar o dia a dia e principalmente em um anime calmo e legal como esse (e pelo menos n é dia a dia de colegiais no ensino médio que nos tanto vê por ai)
    ps. de acordo com o mister os pés das personagens parecem estacas

    SORA YORI MO TOOI BASHO:
    me desculpem as palavras mas eu tenho que falar, é foda pra karalho. poderia dizer que esse anime é bom de se assistir que nem hakumei to mikochi, mas esse anime é diferente, ele é como uma montanha russa de sentimentos, já fiquei preocupado, já fiquei feliz, n sei como mais eu até quase chorei. e isso tudo e elas nem chegaram na Antártida ainda, por isso que falo que esse anime tem tudo pra só ficar melhor, quem n tiver assistindo vai logo assistir.

    KARAKARI JOUZU NO TAKAGI-SAN:
    meu amorzinho da temp S2 apesar que já teve gente que falou que isso é coisa de masoquista eu ainda falo que adoro a takagi-san, já até to começando a gostar das reações do nishikata quando a takagi fica zoando ele. e alem de a zuera ser boa esse anime ainda tem o bônus do romance, e eu adoro romance então to gostando ainda mais, to shipando tanto que até dói o coração.

    KOI WA AMEAGARI NO YOU NI:
    esse é um romance mais diferenciado, tanto pela diferença na idade dos personagens que n se vê todo dia nos animes, mas tbm da abordagem do anime. eu diria que ele n é forçado. n é todos os eps os eps inteiros focado na tachibana ficar com o gerente, o anime tbm tem outras coisas, como o clube de atletismo que a tachibana fazia parte, o restaurante no geral (ou seria cafeteria?). tipo oque eu quero dizer é que o anime n passa o tempo todo jogando 1 milhão de flertes dos personagens na sua cara. então pra quem gosta de romance e quer ver algo um pouco diferente só ir assistir pq esse anime é legal.

    KOKKOKU:
    DON’T STOP MODORENAI FLASHBACK LOOK UP KIZUKEBA IT’S ALL PAST TOO FAST HIKISAKARE SOU SA AH AH (eu tinha que escrever isso aqui) ta ai a melhor op da temp, ou com certeza a melhor musica. saindo da op foda desse anime, a historia é bem legal tbm. entrar em um mundo parado no tempo e quem tem aqueles arautos prontos pra explodir sua cabeça se vc fizer algo errado. muita treta nesse anime, só espero que explique mais coisas pq ainda ta tudo muito cheio de mistérios, e ponto pra o “realismo” do anime, bom exemplo disso foi aquela cena do mata leão que teve num ep, quem viu sabe do que to falando.

    MITSUBOSHI COLORS:
    como n gostar de ver crianças sendo crianças e aprontando pela cidade. eu mesmo passo os eps inteiros com um sorriso no rosto, é um anime bonitinho, fofo e legal de assistir. n recomendaria pra todo mundo pq com certeza deve ter uns chatos que n deve gostar. mas pra quem quer ver crianças fazendo traquinagens por ai esse é o anime certo.

    MÄRCHEN MÄDCHEN:
    esse aqui n posso falar pq se n me engano só vi uns 2 ou 3 eps dele, n sei pq mas sempre que tento assistir acabo dormindo, mas eu quero botar ele em dia.

    YURU CAMP:
    ótimo anime. mesmo estilo de hakumei to mikochi a diferença é que pra assistir yuru camp vc tem que preparar alguma coisa pra comer, pq ficar vendo as personagens comendo sem ta comendo tbm da mo fome. e tbm da muita vontade de acampar, serio eu to quase arrumando um barraca e indo passar a noite aqui no sitio atras de casa, mas acho que só vou poder fazer isso quando tiver uma arma pq aqui no sitio de noite só tem ladrões e drogados (até hoje n sei pq a turma gosta de fumar nos matos) voltando a yuru camp já falei que o anime é bom? serio é muito bom kkkkkkkkkkkk

    ACABOU
    quando comecei a escrever tava pensando em falar de alguns outros animes que n estão no artigo, mas agora que vi como isso aqui ficou grande é melhor não kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    pra quem teve paciência pra ler até aqui parabéns.
    ByeBye
    https://uploads.disquscdn.com/images/daa0fdcbd8667ed61a3c7b0c6a88aefd9b318f5db9cf6e0f76cf8db980c57fc2.gif

  • O nome ficou melhor. Dica de tema: Live actions de animes. Copiando você e o wendel, vou falar um pouco deles também Xd

    Beatless: Droppei no primeiro episódio, senti falta de carisma nele, não gostei do protagonista.

    Hakata Tonkotsu: Atrasei como sempre, não sei se vou terminar, o desenvolvimento do segundo episódio me desanimou.

    Hakumei to Mikochi: Resumindo é estilo TV Cultura (só que tem uma cena que tem de censurar), é o clássico slice of life, simples, simpático, paisagem bonita, personagens carismáticos, só a parte musical do anime que achei esquecível.

    Karakai Jouzou no Takagi-san: Melhor anime da temporada, romance excepcional. Se fosse pra fazer aquela brincadeira das palavras esse anime seria de sutileza e constância. O romance desenvolve-se na sutileza, no olhar triste pela ausência do Nishikata, na preocupação de onde ele está, na alegria de encontra com ele, no olhar vago admirando a beleza da takagi, no medo de fazer uma brincadeira que ofenda ela. Constância por praticamente todos episódios terem o mesmo nível. Pontos positivos: Dublagem é ótima, a da Takagi ficou perfeita, a do Nishikata no começo estranhei, mas com o tempo percebi que o tom gritado é pra destacar o nível da Takagi funciona diferente do cara de kakegurui, o humor do trio de meninas é excelente. Um anime que eu vejo potencial pra continuar no futuro, o autor tem muito a desenvolver desse romance. única coisa de irritante desse anime é o amor 100% unilateral, Nishikata pare de assistir isso.

    After the rain: Melhor animação da temporada, cena de vento, chuva são perfeitas, personagem tem unha, ending é excelente. Não li a obra original, mas acho que tem muita coisa pra trabalhar: A ex-mulher do gerente, o motivo do divórcio, o pai e a mãe da moça, o clube de atletismo. Tenho medo que o final do anime não esclareça tudo. Mas o que me incomoda nesse anime não é ele, mas o público. O que tem de preconceito com esse anime chega a ser ridículo, uma moça de 17 com uma paixão platônica por um senhor de 45 anos não pode, mas um protagonista que toda hora apalpa peito e levanta saia pode, aquilo que eu não falo o nome mas que tem ntr pode, irmãnzinha de 14 fazendo harém pro oni-chan é engraçado, é uma falta de critério que me dá raiva.

    Kokkoku: To atrasado uns 2 episódios, sinto que é um anime que falta alguma coisa que te faça ter vontade de chegar logo no domingo pra ver.

    Mistubishi Colors: Nostalgia. É impossível não lembrar da infância de brincar com os vizinhos, primos e etc. De usar a imaginação. Muito legal ver como todos os adultos ajudam as crianças a brincarem, em especial destaco o Saito. As personagens são muito simpáticas, lembram crianças de verdades. O ruim desse anime foi o episódio 2 que foi irritante, os demais foi excelente. A prévia eles poderiam cortar, é muita perca de tempo, sem graça e não mostra nada, é o tipo de anime que sem prévia ficaria melhor.

    Yurucamp: Relaxante. A Nadeshiko é o carisma em pessoa, falta alguém assim no da Antártida. A trilha sonora que toca durante os episódios é linda, a cena que elas acampam e a Nadeshiko liga o rádio, foi muito bem-feita, o visual é lindíssimo, paisagens bem representadas. Só a ending e a falta de prévia que me incomodam.