Notícias

Anunciados os ganhadores do 64º Shogakukan Mangá Awards

| por:

Postado em: #Anúncios #Japão #Mangás #Revistas

12-Sai, Dr. Stone, Suteki na Kareshi, Hibiki: Shousetsuka ni Naru Houhou e Kenkou de Bunkateki na Saitei Gendo no Seikatsu são os mangás vencedores deste ano.

shogakukanA comissão julgadora do 64rd Shogakukan Manga Awards anunciou os vencedores deste ano na segunda-feira (21/01). Cada título vencedor será honrado com uma estatueta de bronze e um prêmio de 1 milhão de ienes (cerca de US$ 9.000,00).

Melhor Mangá Infantil

12-Sai (Age 12)
Nao Maita
Serializado na revista Ciao (Shogakukan)

A história começa com Hanabi, uma menina do sexto ano que não é nem adulta e nem criança. Ela lida com questões como testemunhar acidentalmente sua professora de sala de aula se beijando e se preocupar em experimentar mudanças fisiológicas antes de seus amigos. O mangá retrata preocupações inocentes de uma menina de 12 anos e primeiro amor.

Maita lançou o mangá na revista Ciao em 2012 e a Shogakukan publicou o 15º volume em 1º de Agosto 2018. O mangá inspirou um OVA em 2014, seguido por um segundo OVA em 2015. O mangá inspirou um anime de televisão em 2016 com uma segunda temporada no mesmo ano.


Melhor Mangá Shounen

Dr. Stone
Riichirou Inagaki e Boichi
Serializado na revista Weekly Shonen Jump (Shueisha)

Um dia fatídico, toda a humanidade foi petrificada por um flash ofuscante de luz. Depois de vários milênios, o colegial Taiju desperta e se vê perdido em um mundo de estátuas. No entanto, ele não está sozinho! Seu amigo de ciência Senku está em funcionamento há alguns meses e ele tem um grande plano em mente – para dar início à civilização com o poder da ciência!

Boichi (Sun-Ken Rock) e Inagaki (autor de Eyeshield 21) lançaram o mangá no Weekly Shonen Jump em 2017. A Shueisha publicou o oitavo volume em 4 de Dezembro. A Viz Media está lançando o mangá em inglês. A série está inspirando uma adaptação de anime de televisão que vai estrear em Julho de 2019.


Melhor Mangá Shoujo

Suteki na Kareshi (Where’s My Lovely Sweetheart?) 
Kazune Kawahara
Serializado na revista Bessatsu Margaret (Shueisha) 

Nonoka tem um desejo romântico: assistir a contagem regressiva de Véspera de Ano Novo com o namorado dela. Ela se deparou com um problema, é Dezembro e ela ainda não conheceu ninguém, apesar de ter feito sua grande estréia no ensino médio. O que é Nonoka pode fazer?

Kawahara lançou o mangá na Bessatsu Margaret em 2016. A Shueisha lançou o oitavo volume em 22 de Novembro 2018.


Melhor Mangá Geral (2 vencedores)

Hibiki: Shousetsuka ni Naru Houhou
Mitsuharu Yanamoto
Serializado na revista Big Comic Superior (Shogakukan)

Na história do mangá, um romance manuscrito é enviado para um concurso de novatos, mas não atende às condições e é jogado no lixo. Ainda assim, um editor chamado Hanai pega por acaso e acredita que é um romance revolucionário. O nome da autora é Hibiki Akui, mas não há endereço de contato na submissão. Enquanto isso, Hibiki – uma estudante de 15 anos – se junta ao clube literário de sua escola, sem saber que Hanai está tentando localizá-la.

Yanamoto lançou o mangá na revista Big Comic Superior em 2014 e a Shogakukan lançou o décimo volume em 30 de Agosto 2018. A série inspirou um filme em live-action que foi lançado nos cinemas do Japão em 14 de Setembro 2018.

Kenkou de Bunkateki na Saitei Gendo no Seikatsu
Haruko Kashiwagi
Serializado na revista Weekly Big Comic Spirits (Shogakukan)

O mangá segue Emir Yoshitsune, que é contratado como funcionário do governo logo após a formatura e é designado para o escritório de assistência social. Como trabalhadora, ela trabalha protegendo o sustento dos cidadãos, mas ela deve ficar cara a cara com aqueles que vivem na pobreza.

Kashiwagi lançou o mangá no Weekly Big Comic Spirits em 2014 e a Shogakukan publicou o sétimo volume do mangá em 30 de Agosto 2018. O mangá inspirou uma adaptação de série live-action de TV que estreou em 17 de Julho 2018.


O comitê de julgamento deste ano incluiu Kumiko Asou, Mitsuyo Kakuta, Eiji Kazama, Genki Kawamura, Kazuhiko Shimamoto, Bourbon Kobayashi, Fujihiko Hosono e outros sete.

A Shogakukan concede este prêmio desde 1956 (para trabalhos publicados em 1955). Os vencedores do ano passado incluíram PriPri Chi-chan!!; Yakusoku no Neverland; Omoi, Omoware, Furi, Furare; Kubo Ibuki e Koi wa Ameagari no You ni (After the Rain).

entre os títulos vencedores, incluem obras como Hikaru no Go (2000) de Yumi Hotta e Takeshi ObataInuyasha (2002) de Rumiko Takahashi20th Century Boys (2003) de Naoki UrasawaKeroro gunso (2005) de Mina YoshizakiBoku no Hatsukoi o Kimi ni Sasagu (2008) de Kotomi AokiBlack Bird (2009) de Kanoko SakurakojiSket Dance (2010) de Kenta ShinoharaSpace Brothers (2011) de Chuya KoyamaKids on the Slope (2012) de Yūki KodamSilver Spoon(2013) de Hiromu ArakawaMagi (2014) de Shinobu Ohtaka e Yo-kai Watch (2015) de Noriyuki Konishi.

Nós da equipe Anime Xis parabenizamos todos os vencedores!

Fontes: Shogakukan ComicComic Natalie

  • E ai, o que acha? Está lendo algumas dessas obras? Compartilhe com os amigos e deixe seu comentário aqui pra gente!

– Leia mais sobre Mangás aqui no Anime Xis!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp