Notícias

Revista japonesa revela que Studio ufotable deve ¥ 400 milhões em impostos

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #Japão

MUITO GRAVE: A ufotable também é suspeita de apropriar-se indevidamente de fundos de um leilão de caridade para as vítimas do Terremoto de Tohoku de 2011.

E lá vamos nós de novo…

A revista Weekly Bunshun Digital da Bungeishunju informou na última sexta-feira (12/04) que o estúdio de animação ufotable supostamente deve 400 milhões de ienes (cerca de US$ 3,57 milhões) em impostos, citando uma fonte do Departamento de Tributação Regional de Tóquio. O relatório também revelou que a ufotable é suspeita de supostamente apropriar-se indevidamente de fundos arrecadados de um leilão de caridade aos danos causados pelo grande terremoto de Tōhoku em 2011, uma violação do Código Penal que leva uma sentença de prisão não superior a 10 anos.

Weekly Bunshun Digital também citou uma fonte de dentro ufotable que o fundador da empresa, diretor representante e presidente Hikaru Kondo ficou em casa e consultou seu advogado todos os dias por alguns período o relatório original da investigação, mas supostamente voltou a trabalhar na o estúdio da empresa há duas semanas.

A revista Weekly Bunshun Digital informou a três semanas que o Departamento Regional de Tributação de Tóquio realizou uma busca nos escritórios do estúdio de animação ufotable em 12 de Março, como parte de uma investigação sobre a empresa supostamente ter cometido evasão fiscal. O relatório afirma que o Departamento conduziu buscas nos cafés da empresa em Kōenji e Tokushima, bem como no estúdio de animação em Shimoigusa, na ala Suginami, em Tóquio.

De acordo com o relatório, o fundador da ufotable , o diretor representante e o presidente Hikaru Kondo supostamente recebia diretamente parte da receita proveniente das vendas de mercadorias do estúdio.

Nenhuma acusação até então havia sido feita contra Kondo ou a ufotable. A Weekly Bunshun Digital declarou que entrou em contato com o Departamento Regional de Tributação de Tóquio, mas um porta-voz da repartição disse que a organização não poderia comentar casos específicos. O estúdio ufotable e seu presidente também não pretaram qualquer declaração. A revista afirmou que, de acordo com suas fontes relacionadas à situação, Kondo admitiu as suspeitas das autoridades.

Kondo fundou a ufotable em 2000 e o estúdio é talvez mais conhecido pelas suas várias adaptações anime da franquia Fate da Type-Moon, incluindo Fate / Zero e Fate / stay night: Unlimited Blade Works. O estúdio está atualmente a produzir a trilogia de filmes anime Heaven’s Feel, o segundo filme estreou em 12 de Janeiro no Japão. O estúdio também fez adaptações em anime de The Garden of Sinners, da Type-Moon e a série anime Katsugeki: Touken Ranbu.

Dia 6 de abril, vai estrear nas TVs japonesas a mais nova produção do estúdio ufotable que é a adaptação para série anime do mangá Kimetsu no Yaiba de Koyoharu Gotouge.

A ufotable também vende mercadorias de vários animes que produziu e administra vários cafés através dos quais possui direiros de franquias. A empresa também organiza o evento anime Machi Asobi em Tokushima. Os eventos tiveram mais de 1 milhão de participantes desde que começaram em 2009.

 Como eu disse no post anterior que nós publicamos aqui, esse negócio de não responderem as investigações a imprensa e, de tabela aos fãs, pode significar que as coisas não são tão boas quanto imaginamos ou que tem coisas mais complicadas por trás disso tudo. Agora, desviar verbas da caridade ai já é uma sacanagem das bem grandes. Seguiremos fazendo o de sempre, aguardaremos os próximos capítulos.

Fonte: Bunshun Online, Yaraon! via ANN

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizsama