Notícias

ACONTECEU: Lily de Zombieland Saga se torna exemplo de “Twitter abusivo” no parlamento britânico

| por:

Postado em: #Animes #Curiosidade #Opinião #Vídeos

Por que uma parlamentar escocesa segurou uma foto de uma fofa personagem de Zombieland Saga no Parlamento e disse: "Cale a boca C***"? Descubra aqui.

Resultado de imagem para Lily Zombieland SagaTem vezes que nem a gente aqui que escreve para o site acredita em algumas matérias que publicamos, mas como esta aqui está ligada a política, com certeza é algo de que cara nós desacreditaríamos, mas como está no título, aconteceu.

A colisão de personagens fofinhos de anime e discussões tóxicas e furiosas pode ser algo antigo para os fãs de anime, mas na quarta-feira (01/05) chegou ao Parlamento da Grã-Bretanha. Isso culminou na visão extraordinária de uma parlamentar escocês florescendo uma foto da personagem Lily Hoshikawa de Zombieland Saga combinada com um slogan obsceno. Enquanto segurava a foto, a mesma MP – Joanna Catherine Cherry QC do Partido Nacional Escocês – usou piores obscenidades para demonstrar tipos de discursos abusivos no Twitter.

Vamos entender por partes o caso:

A cena estranha está neste vídeo no site parliamentlive.tv, com o momento específico em 15:43:15. O fundo, no entanto, é complicado (infelizmente, por restrições, nós não podemos publicar o vídeo aqui junto na matéria).

Dias antes, uma autora e jornalista britânica chamada Helen Lewis, que é editora-adjunta da revista política New Statesman, discutiu com um famoso jogador profissional e auto-identificador do SonicFox, também conhecido como Dominique McLean. McLean postou um tweet que deixava clara sua opinião sobre as “TERFs” (feministas radicais trans-excludentes). O Tweet de McLean, que parece ter sido excluído desde então, mostrava um personagem do jogo espancando uma personagem do jogo feminino, com a legenda “O que eu faço para os TERFs”.

Em um post adicional, a personagem que foi mostrado sendo atacada no Tweet de McLean foi Sonya Blade no jogo Mortal Kombat 11. Essa personagem foi dublada no jogo pela famosa lutadora profissional Ronda Rousey, que fez comentários controversos sobre a lutadora trans Fallon Fox e foi acusada de ser transfóbica.

De acordo com o relato posterior de Helen Lewis no New Statesman, onde ela faz muitos comentários controversos, Lewis acusou McLean de glorificar a misoginia. Lewis argumenta que as TERFs são um insulto usado contra as mulheres além do seu significado original e acusa aqueles que o perpetuam como ceder a um “velho impulso para odiar as mulheres, mas elas não o admitem, e se convenceram de que são apenas castigando os impuros. Os feiticeiros fizeram algo similar no século XVII”. Em troca, McLean acusou Lewis de ser uma “TERF”. Outras pessoas no Twitter atacaram Lewis, incluindo uma que lhe enviou um tweet obsceno com Lily de Zombieland Saga.

Esta é a imagem enviada originalmente.

Lewis retweetou a si mesma, acrescentando seu próprio comentário: “O tweet da morte implícito é uma coisa, mas deus, tem que ser tão fofa *?” A imagem (grosseiramente) combina a Lily sorridente com uma mão “real” fotografada segurando uma arma (mais ou menos igual aqueles memes que fazem aqui no Brasil com personagens de vários segmentos).

A personagem Lily da série de anime foi revelada por ser uma garota trans.

Este tweet foi deletado pouco tempo depois.

Foi este Tweet que foi diretamente referenciado por Joanna Cherry MP na Comissão de Direitos Humanos Q&A no Parlamento, realizada em 1º de Maio. Cherry estava questionando Katy Minshall, Chefe de Governo do Reino Unido, Políticas Públicas e Filantropia, sobre o tema do abuso de mulheres no Twitter. No vídeo do Parlamento, a discussão principal do Tweet é de 15: 39: 17 em diante, mas o momento culminante – seguramente uma das mais estranhas representações públicas de anime na história – é de 15:43:15, contendo uma linguagem extremamente ofensiva.

Cherry sustenta a imagem e cita como “Cale a boca, c ***”, em vez do texto da imagem que diz “Cale a boca, TERF”.

A sessão de perguntas e respostas é relatada nos sites da BBC e Tech Crunch.

McLean respondeu às conversas parlamentares no Twitter e se dirigiu ao editorial de Lewis em 1º de Maio. Ela argumentou: “Você ainda não aborda a real natureza abusiva dos TERFs em geral, e continua presumindo isso como algum tipo de identidade quando é apenas mais um ódio. Grupo que as pessoas, tanto homens como mulheres subscrevem.

“TERFs são coisas que homens e mulheres se inscrevem tanto (eu sei disso quando você mandou um monte para mim) e o fato de você ter feito isso apenas sobre mulheres faz você ser realmente ingênua. E eu continuarei a me levantar a abusadores reais como você e seus seguidores no poder “, escreveu McLean.

Não fique brava Lily, muita gente a considera como uma das personagens mais fofas de 2018.

– Sério, dessa vez eu passo a bola pra vocês comentarem, eu vou abrir mão realmente de comentar esse caso, acho que é um tipo de briga que não levará a nada, mas também acho que a única coisa que tem que prevalecer nisso ainda é o respeito acima de tudo, coisa que dificilmente está sendo colocado para “inglês ver”.

Fontes: SankakuComplex, Otakomu via ANN

– Leia outras curiosidades aqui no Anime Xis!

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp