Notícias

E assim nasce um otaku! Vídeo de bebê assistindo K-On! viraliza no Twitter do Japão

| por:

Postado em: #Animes #Curiosidade #Fãs #Japão #TV #Vídeos

Com certeza o vídeo desse bebê de apenas um ano de idade vibrando com as músicas tocadas em K-On! fez os corações dos internautas derreterem.

Por décadas, uma pergunta confundiu os cientistas: De onde vem o otaku? Qual é exatamente a origem dessas criaturas que participam de elaboradas danças e pagam quantias exorbitantes para casar com suas waifus 2-D? O que eles comem? Como eles vivem? Sexta, no Globo Repórter. Até agora, essas respostas nos iludiram. Mas, graças à Internet, podemos finalmente ter o primeiro vislumbre do início do ciclo de vida otaku.

Este clipe foi postado em 13 de Junho pelo usuário japonês do twitter @moja017, a fim de promover a nossa pesquisa otaku. No vídeo, um bebê de apenas 1 ano de idade aparece vibrando todo eufórico e batendo palmas com um dos episódios do anime K-on!, em uma cena na qual as personagens Yui, Mio, Ritsu e Tsumugi estão em uma apresentação de sua banda de rock feminina Houkago Tea Time:

Incrível! Observe os pequenos movimentos do otaku, as expressões faciais, as emoções – todos eles são quase idênticos aos do otaku adulto também. Verdadeiramente uma descoberta notável e adorável.

Poderíamos estar vendo a criação de um otaku aqui? O processo pelo qual um ser humano qualquer se metamorfoseia em um belo amante de anime?

Em outro vídeo divulgado, a criança também aparece bem animada com o tema de encerramento “Don’t Say Lazy” do anime K-On! da Kyoto Animation, baseado no mangá de Kakifly e que este ano está sendo re-exibido no Japão em comemoração aos seus 10 anos de lançamento.

Eu acho que isso resolve pessoal! E parece que há muitos internautas japoneses que concordam:

  • “Eu entendo totalmente, eu também tenho a mesma sensação de felicidade.” 
  • “O mais lindo otaku! Espero que ele cresça forte e saudável.” 
  • “ Eu não sei se otaku tem o poder do cérebro de crianças de um ano de idade, se esse garoto de um ano tem o poder do cérebro de um otaku, mas ele está agindo como um.” 
  • “ Definitivamente o primeiro.” 
  • “ Sempre que eu assisto anime, perco a capacidade de falar também. É bem poderoso. ” 
  • “ Mostrando K-On! para um filho de um ano… que educador incrível este pai é!” 
  • “ Então nós otaku somos basicamente iguais a ele, menos a fofura e o futuro brilhante.”

Ei ai, otaku amigo! Não há necessidade de ser tão azedo. Agora que sabemos que os bebês otakus são reais, só há uma explicação de onde eles vêm: a união feliz de dois otakus em uma casa repleta de animes.

Bebê assistindo K-on! image

– É um orgulho para os pais!

Fontes: Twitter @moja071, Hachima Kiko via SoraNews

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no twitter: @Anime_Xis
Conhece nosso Canal no Youtube?

Curtam nossa página no Facebook: Anime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

amazon-mangas

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp