Notícias

Kyoto Animation: Polícias Nacional e de Kyoto estão em desacordo sobre a liberação dos nomes de vítimas restantes

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #Fãs #Japão

Polícia da Prefeitura de Kyoto quer divulgar os nomes das outras vítimas do Incêndio na Kyoto Animation, mas a Agência Nacional quer o consentimento dos parentes primeiro.

Kyoto Animation

A Polícia da Prefeitura de Kyoto está em desacordo com a Agência Nacional de Polícia do Japão (NPA) sobre divulgar publicamente os nomes de 25 das 35 vítimas fatais no incêndio de 18 de Julho no Estúdio 1 da Kyoto Animation. A Polícia da Província mantém a posição de que protocolos pré-existentes relativos à divulgação de nomes de vítimas de crimes devem ser seguidos e que os nomes devem ser tornados públicos, independentemente de todos os parentes terem consentido. Por outro lado, a NPA afirma que os nomes só devem ser liberados após o consentimento ter sido obtido.

Kyoto Animation - Studio 1 Fire

IMAGEM DO INCÊNDIO NO PRÉDIO DA KYOANI EM 18 DE JULHO 2018 (IMAGEM: ARQUIVO)

Segundo o Plano Básico do Japão para Vítimas de Crime, aplicado em 2005, a polícia “discriciona a divulgação de informações relevantes caso a caso, levando em conta a privacidade das vítimas e os interesses do público”. (Tradução não oficial). Na maioria dos casos anteriores, a Polícia da Província, agindo independentemente da NPA, divulgou os nomes das vítimas de homicídio logo após a confirmação de suas identidades.

Houve casos, como os esfaqueamentos de Sagamihara em 2016, quando os nomes das vítimas foram mantidos anônimos por respeito à privacidade. No entanto, um líder da equipe de investigação argumentou que, como as vítimas do incêndio da Kyoto Animation foram funcionários de produção que foram publicamente creditados em vários filmes e programas de televisão, não há motivo para esconder seus nomes.

Uma fonte de investigação disse ao Kyoto Shimbun: “A NPA é o único responsável pela microgestão da Polícia da Prefeitura de Quioto. Mesmo que seja responsabilidade da Polícia da Província fazer uma decisão, a NPA tomou as rédeas completamente”.

Na quinta-feira (22/08), um pôster anônimo no Twitter alegando ser membro de uma das famílias da vítima escreveu que, embora não possam falar pelas outras famílias, eles se opõem a fazer os nomes do falecido público. Eles explicaram que há algumas famílias que se sentem perturbadas quando as histórias sobre os falecidos são transformadas em artigos, mesmo quando esses artigos se destinam a ser lisonjeiros. Eles também pedem que as pessoas não forneçam informações pessoais sobre as vítimas à imprensa.

No início deste mês, a Polícia de Kyoto divulgou os nomes de 10 das vítimas no incêndio, deixando 25 vítimas sem nome. Normalmente, as autoridades revelam as identidades do falecido depois de terem sido identificadas, mas a unidade da Polícia de Quioto responsável pela investigação do incidente disse que não revelou os nomes em consideração às famílias enlutadas e outras partes relacionadas.

Nesta semana, 12 agências de notícias em Kyoto coletivamente enviaram uma solicitação na terça-feira (20/08) ao diretor da Polícia da Prefeitura de Kyoto, Hiroto Ueda, para revelar os nomes, observando que a situação atual era “irregular” em comparação com incidentes passados ​​semelhantes.

A Kyoto Animation e Daisuke Okeda, o advogado contratado pelo estúdio para fornecer comunicações ao público sobre o incêndio, pediu que a mídia respeite a privacidade das vítimas e os enlutados. Okeda esclareceu anteriormente no início deste mês que a empresa “não está pedindo à polícia que retenha [as informações sobre os nomes] para sempre”.


O estúdio 1 da Kyoto Animation sofreu um atentado criminoso às 10:30 da manhã do dia 18 de Julho 2019, onde um homem de 41 anos de idade invadiu o estúdio espalhando um liquido inflamável e ateando fogo, o que resultou num incêndio de grandes proporções causando a morte de 35 pessoas e deixando 33 feridos. Além das contribuições que estão sendo feitas mundo afora, a Kyoto Animation abriu uma conta onde está recebendo doações. A comissão dará os fundos para as famílias das vítimas mortas e feridas do incêndio, bem como para a reconstrução.

Até o dia do incêndio, os atuais projetos anunciados da empresa foram: um novo projeto de filme anime para Hibike! Euphonium, um novo episódio de Violet Evergarden (previsto para setembro) e filme (previsto para 10 de Janeiro de 2020), um novíssimo filme da franquia Free! (previsto para o verão de 2020), uma segunda temporada para Kobayashi-san chi no Maid Dragon, uma adaptação da novel de Hiro Yuki20 Seiki Denki Mokuroku e o anime curto Baja no Studio: Baja no Mita Umi.

Desses acima, só temos a confirmação de que o lançamento do filme Violet Evergarden está mantido.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Fonte: Kyoto Shimbun via ANN

– Mais notícias de animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no twitter: @Anime_Xis
Conhece nosso Canal no Youtube?

Curtam nossa página no Facebook: Anime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp